Notícia

Teletrabalho para sempre?

19/05/2020
Partilhar

"Nuno Ferreira Morgado, co-coordenador da área de direito laboral da sociedade de advogados PLMJ, não hesita em considerar que o modelo impõe “uma mudança cultural”.

Ao contrário das multinacionais onde o trabalho à distância já era uma realidade, lembra o advogado, para empresas mais tradicionais a ideia de controlo está ainda muito presente. Na ausência do vínculo presencial trata-se de colocar a tónica na “responsabilização das pessoas”, conclui.

Em empresas onde já era prática o chamado “trabalho à distância” defendiam-se as suas vantagens, nomeadamente por reduzir o absentismo e fomentar uma maior fidelização dos trabalhadores às entidades que permitem este tipo de flexibilidade laboral".

Leia aqui o artigo completo.

Profissionais relacionados

Mantenha-se informado

Please note, your browser is out of date.
For a good browsing experience we recommend using the latest version of Chrome, Firefox, Safari, Opera or Internet Explorer.