Notícia

Hugo Rosa Ferreira, Sócio de PLMJ, escreve artigo de opinião para o Público sobre “o papel do Banco de Portugal no caso BES”

14/03/2017
Partilhar

Hugo Rosa Ferreira, Sócio e Coordenador de PLMJ Financeiro e Bancário, escreve ao Público sobre as responsabilidades do Banco de Portugal no caso BES e no incumprimento das suas funções de supervisão e intervenção corretiva no período entre outubro 2013 e julho 2014. O facto de não se terem aplicado quaisquer medidas preventivas, a não ocorrência de uma suspensão ou substituição de membros dos órgãos de administração do BES ou o facto de não se ter em momento algum designado uma comissão de fiscalização são alguns dos exemplos referidos por Hugo Rosa Ferreira. Segundo o Advogado “Nesse período, não só o Banco de Portugal e o Senhor Governador tinham conhecimento das irregularidades que vinham sendo praticadas pela administração do banco, como dispunham de ferramentas conferidas por lei que eram mais do que adequadas a prevenir e corrigir o que se sabia estar a acontecer no BES.”

Para leitura completa do artigo, clique aqui

Profissionais relacionados

Mantenha-se informado

Please note, your browser is out of date.
For a good browsing experience we recommend using the latest version of Chrome, Firefox, Safari, Opera or Internet Explorer.